Arquivo da categoria: Suspensos

Concurso da educação de Paulista é suspenso pela justiça

O Ministério Público de Paulista, sob o comando da promotora Dra. Maria Aparecida recomendou a suspensão do concurso público para professor do município de Paulista, depois das inúmeras denúncias de irregularidades na aplicação da prova, bem como na sua elaboração descritiva.

As pessoas que se inscrevem em um concurso público, criam expectativas e se preparam para uma possível melhoria de vida e são pegas de surpresa com tamanho desrespeito em relação ao setor educacional que visivelmente precisa de melhorias, a prova disto está na recomendação da promotora para não homologação do concurso.

Concurso público de Barra Mansa é suspenso pelo TJRJ, diz prefeitura

O concurso público de Barra Mansa realizado em maio deste ano foi suspenso por determinação do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ). A informação foi divulgada em nota da assessoria da prefeitura na tarde desta terça-feira (14). Segundo o comunicado, um dos motivos foi o desacordo no valor dos salários oferecidos a professores.

houve indicação de vencimentos inferiores ao salario mínimo nacional e omissão dos dispositivos legais referentes às gratificações, adicionais, benefícios e vantagens de cada cargo oferecido.

tjrj620_350_rep

Na nota, a prefeitura disse “que buscou todos os meios jurídicos para dar prosseguimento ao concurso público, mas acatou a decisão judicial e aguarda o parecer final do Tribunal de Justiça”. A suspensão, no entanto, não significa necessariamente o cancelamento do concurso.

O concurso público ofereceu 1.541 vagas para diversas áreas dentro do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), Superintendência de Obras e Serviços Públicos (Susesp), Fundação de Cultura e setor administrativo. O valor da taxa da inscrição para nível superior foi de R$ 90; para ensino fundamental, R$ 50; e para fundamental incompleto, R$ 45.

A empresa responsável pelo concurso emitiu um comunicado nesta quarta-feira (15). “(….) a prova de aptidão física da guarda municipal, marcada para o dia 19/06/2016, e as demais publicações previstas no cronograma também foram suspensas, até o parecer final do Tribunal de Justiça”.